Europeu de Pista: Queda de Matias condiciona resultado em madison

A dupla formada por Ivo Oliveira e João Matias fechou o Campeonato da Europa de Pista, em Berlim, Alemanha, com a 11.ª posição na corrida de madison, um resultado condicionado pela queda de João Matias, ainda na primeira metade dos 50 quilómetros de prova.

propedalar.com @ 23-10-2017 12:08:35

João Matias ©Roberto Bettini]

João Matias ©Roberto Bettini]

Portugal começou bem, pontuando nos dois primeiros sprints, garantindo a capacidade de encarar a voltas seguintes de forma mais conservadora, guardando energias para a segunda metade, na qual, previsivelmente, surgiriam os ataques mais fortes.

A estratégia nacional acabou por sofrer um revés quando, com cerca de 30 quilómetros ainda pela frente, João Matias foi derrubado por um dos elementos da dupla holandesa. O acidente provocou um desequilíbrio na distribuição do esforço entre João Matias e Ivo Oliveira, acabando por condicionar o resultado final.


Madison ©Roberto Bettini

Madison ©Roberto Bettini

Apesar de tudo, Portugal conseguiu a 11.ª posição entre 18 países participantes – uma melhoria de duas posições face ao resultado de 2016 -, a uma diferença de apenas dois pontos da oitava posição, objetivo traçado pelo selecionador nacional, Gabriel Mendes.

A dupla francesa composta por Benjamin Thomas e Florian Maitre ganhou a medalha de ouro, somando 43 pontos, apenas mais um do que os dinamarqueses Niklas Larsen e Casper Pedersen e mais três do que os polacos Wojciech Pszczolarski e Daniel Staniszewski, que fecharam o pódio. Portugal somou 7 pontos e foi uma das 13 equipas que conseguiram evitar ser dobradas, numa prova de grande intensidade e competitividade.

“Foi uma das provas mais rápidas que me lembro de ver em madison, com uma média final superior a 56 km/h. Neste contexto, estou satisfeito com o desempenho dos nossos dois corredores, embora seja notória a falta de experiência internacional a este nível. Com mais participações poderemos corrigir detalhes, que permitirão melhorar no futuro, numa disciplina que ganhou importância acrescida, porque passou a fazer parte do programa dos Jogos Olímpicos”, salienta o selecionador.


©Roberto Bettini

©Roberto Bettini

O Campeonato da Europa disputado em Berlim foi histórico para a Equipa Portugal, pois permitiu a conquista das duas primeiras medalhas do ciclismo de pista luso na categoria de elite. Na sexta-feira, Rui Oliveira conseguiu a medalha de bronze na disciplina de eliminação e, no dia seguinte, Ivo Oliveira alcançou o estatuto de vice-campeão europeu de perseguição.

“Fizemos um excelente Campeonato da Europa. Foi apenas a nossa terceira participação em Europeus de elite e a progressão é notável e sustentada. Conquistar duas medalhas é um resultado de enorme importância e é motivador para o futuro”, conclui Gabriel Mendes.

propedalar.com @ 23-10-2017 12:08:35



Últimas notícias